A relação da superexposição com a baixa autoestima

A relação da superexposição com a baixa autoestima

Vivemos em uma época em que likes se transformaram em uma espécie de “moeda social”.  O desenvolvimento das rede sociais abriu uma nova maneira de compartilhar todos os tipos de informações pessoais. A busca excessiva pela admiração e comparação pode indicar uma falta de aceitação e autoestima: a pessoa não suporta mais ser ela mesma e cria uma realidade que ela deseja. O contrário também acontece e o hábito de acompanhar detalhes da vida dos outros pelas redes sociais pode indicar o desejo de ter uma vida igual a do amigo.

Quem faz de tudo para conseguir atenção nas redes sociais está, no fundo, tentando preencher um vazio emocional. Na realidade, porém, essa necessidade jamais é suprida porque a troca ocorre apenas no âmbito virtual.

A autoestima um dos principais recursos do ser humano para viver bem. Determina a maneira como as pessoas se relacionam com o mundo, encaram os desafios da rotina diária e se protegem ou se expõem em situações que exigem controle emocional.

É importante você analisar qual é, de verdade, a sua relação com as redes sociais e como isso tem afetado a sua vida pessoal e profissional. Além de trazer à tona uma reflexão de como os seus filhos enxergam essa relação e o quanto se espelham nela.

Pense sobre isso!


Já conhece nosso podcast? Novos episódios toda sexta-feira.
https://escoladamaemoderna.com.br/podcast/