Jovens se interressam cada vez mais em serem influenciadores digitais

Jovens se interressam cada vez mais em serem influenciadores digitais

Vale a pena ser influenciador digital no Brasil? Jovens demonstram cada vez mais interesse nessa “nova” carreira.

Você sabia que hoje 74% dos consumidores se orientam por meio de suas redes sociais para realizar uma compra e 84% dos consumidores tomam decisão com base nas opiniões de fontes confiáveis como os influenciadores digitais?

Ter uma vida dos sonhos, com viagens, convites para as festas mais legais, jantar em lugares badalado, entre outras coisas incríveis, parece atrair cada vez mais jovens para um mundo de ilusões. Por trás dessas promessas há um sério risco de ansiedade e depressão, transtornos que, de acordo com especialistas, são consequências da pressão que influencers sofrem ao compartilhar a vida com seus seguidores.

O peso da influência e a cobrança social em cima desses criadores de conteúdo pode se tornar algo insustentável. Em alguns casos os influenciadores não conseguem mais separar o lado pessoal do profissional e passam a viver em função de números, algoritmos, comentários e likes.

Um dos caminho para que ter sucesso é ter profissionalismo e encarar como um trabalho real. Menos glamour e mais ralação. Atualmente esse é um mercado extremamente competitivo e em alguns segmentos está saturado. Muitos jovens ainda tem a ilusão de ganhar dinheiro de forma fácil e prazerosa e se esquecem de que a carreira demanda esforço, conhecimento técnico em mídias digitais e tempo para se construir uma reputação baseada na verdade e não em imagens.

E você o que acha? Vale a pena ou não?