Paciência é uma virtude quase em extinção

Paciência é uma virtude quase em extinção

Paciência é uma virtude que nos dias atuais...eu diria… está quase em extinção. É cada vez mais comum nos depararmos com pessoas gritando ou xingando umas às outras no trânsito, brigas entre casais ou famílias, nos condomínios, nos grupos de Whatsapp. Não conseguimos esperar um pouco mais pelo farol, elevador ou até mesmo um computador que está meio lento.

Muitas vezes é em casa que nos descontrolamos, que explodimos com as pessoas que estão mais próximo como filhos e maridos. Estamos presenciando uma geração de crianças impacientes, ansiosas e intolerantes à frustração. Na realidade, deveria ser exatamente o oposto, é em casa que deveríamos ensinar e aprender a lidar melhor com esses sentimentos. Esse é o nosso ambiente seguro e de confiança para se viver uma vida mais equilibrada.

As consequências desse ciclo vicioso podem ser trabalhadas com 2 pilares: consciência e dedicação, para que as mudanças comecem primeiro em você e depois ao seu redor. Hábitos simples como respirar fundo, parar e pensar nos sentimentos antes de tomar qualquer atitude e principalmente refletir sobre a situação que está causando o desconforto, e, fazer a seguinte pergunta para si mesma: Eu controlo ou não controlo? Se for algo que não está sob o seu controle, não adianta se estressar. Trabalhe com aquilo que está em suas mãos.

Todo esse processo de mudança só será validado se você entender que vai falhar muitas vezes durante essa jornada. Vai explodir e perder a paciência, porém o mais importante é admitir que falhas fazem parte e sempre tomar as rédeas da situação se responsabilizando e não se culpando.

Ninguém muda da noite para o dia. Existem etapas que devem ser vividas e consolidadas em cada processo de mudança. Ah! Última dica: não confunda paciência com passividade. Você não precisa se transformar em uma monja budista para manter a calma, simplesmente precisa aprender a lidar melhor com os gatilhos que te tiram do sério.

Compartilhe com a gente o que tira a sua paciência e o que tem feito para se sentir melhor.