Parece que seu filho não te escuta?

Parece que seu filho não te escuta?

“Eu falo, falo e meu filho não me escuta e nem faz o que eu peço, não sei mais o que fazer”. Você se identifica com essa frase? Essa é uma das queixas mais comuns que eu escuto no consultório e eu sei o quanto é angustiante. Mas então como solicitar a colaboração das crianças?

A primeira coisa é prestarmos atenção na nossa postura e nosso tom de voz. As crianças são muito boas em fazer esse tipo de leitura e, quanto mais elas estão conectadas conosco, maior a chance de conseguirmos uma boa colaboração. Não basta apenas “falar”!

A segunda coisa importante é termos certeza de que a criança está nos escutando, parece óbvio, mas não é. Muitas vezes elas estão tão entretidas em suas brincadeiras, que não estão prestando atenção no que está acontecendo ao redor. Não adianta gritarmos da sala, enquanto a criança está no quarto, dificilmente conseguiremos a sua atenção. Vá até onde a criança está, se aproxime, consiga a sua atenção primeiro e depois fale o que deseja.

A última dica é apontar soluções, ajudando a criança a refletir sobre o que precisa ser feito. É fundamental que as crianças aprendam na prática que problemas são possíveis de serem solucionados. Quanto maior a criança, maior são as possibilidades de diálogos, por isso, também questione e estimule a criança a pensar em soluções por conta própria.

Espero que tenham gostado da sugestão de hoje.