Pesquisa da The New York Times afirma: deixar seu telefone de lado pode ajudá-lo a viver mais

Pesquisa da The New York Times afirma: deixar seu telefone de lado pode ajudá-lo a viver mais

Até agora, a maioria das discussões e das pesquisas se concentravam nos efeitos das alterações dos níveis de dopamina (“hormônio do prazer”) no cérebro com o uso dos eletrônicos. A grande novidade é a comprovação da alteração e do aumento do hormônio cortisol.

O cortisol é o hormônio relacionado ao estresse, e o excesso dele ameaça a nossa saúde a longo prazo. Sua liberação provoca alterações fisiológicas, como picos de pressão arterial, frequência cardíaca e açúcar no sangue, que nos ajudam a reagir e sobreviver a ameaças físicas agudas. Esses efeitos podem salvar sua vida se você estiver realmente em perigo físico, mas nossos corpos também liberam cortisol em resposta a estressores emocionais, onde um aumento da freqüência cardíaca não vai fazer muito bem.

Se acontecessem apenas ocasionalmente, os picos de cortisol induzidos pelo telefone não importariam. Mas, de modo geral, as pessoas gastam quatro horas por dia olhando para os celulares, além de os manterem sempre ao alcance dos olhos. Esse comportamento gera um senso constante de obrigação, ocasionando um estresse não intencional.

Além de suas potenciais consequências para a saúde a longo prazo, o estresse induzido pelo smartphone nos afeta de maneira mais imediata e ameaçadora à vida. Níveis elevados de cortisol prejudicam o córtex pré-frontal, uma área do cérebro fundamental para a tomada de decisão e o pensamento racional.

O comprometimento do córtex pré-frontal diminui o autocontrole. Quando associado a um poderoso desejo de aliviar nossa ansiedade, isso pode nos levar a fazer coisas que podem aliviar o estresse no momento, mas que são potencialmente fatais, como mensagens de texto enquanto você dirige. Para um cérebro em formação, como são os das crianças, as consequências são ainda mais graves.


Já conhece a loja da Escola da Mãe Moderna?
https://loja.escoladamaemoderna.com.br/