Relação de avós e netos afetada pela pandemia

Relação de avós e netos afetada pela pandemia

Uma das consequências negativas que a pandemia trouxe para a dinâmica familiar, foi o afastamento das crianças de seus avós. Por mais que essa situação seja temporária, os impactos na saúde mental e emocional já são grandes. A tecnologia entrou nesse jogo como uma aliada para diminuir a distância mesmo que parcialmente. Houve um aumento de usuários que foi impulsionado pela necessidade de manter contato.

Os benefícios dessa convivência podem ser sentidos em ambas os lados. Quem convive com os avós aprende a respeitar os mais velhos e suas limitações, é mais criativo, tem mais capacidade de ouvir conselhos e aprender com isso. Já para os idosos, os benefícios vão além da saúde física e disposição, mas a sensação de estarem vivos, de terem uma segunda chance de "educar" sem pressões e autocobranças.

Em um mundo em que a vida está tão acelerada, a participação dos avós é super importante pois a paciência e a experiência de vida deles é um bálsamo nessa atmosfera de imediatismo que nos consome.