Todos nós, em algum momento, enfrentamos algum tipo de rejeição

Todos nós, em algum momento, enfrentamos algum tipo de rejeição

O psicólogo norte-americano Guy Winch fez um estudo exames de ressonância magnética e detectou que a dor da rejeição, ativa no cérebro, as mesmas áreas que a dor física. A pessoa rejeitada acaba sentindo que tem algo de errado em si.

O rejeitado passa, então, a rejeitar-se, e, na idade adulta, muitas vezes, mesmo frente ao sucesso e obtendo bons resultados, essa pessoa pode apresentar grande fragilidade frente a qualquer crítica que exponha seus medos internos de insucesso.

Quais são as consequências?

  • Necessidade constante de aprovação, tentar agradar a qualquer custo.
  • Dificuldade de se posicionar, dizer não ou mesmo demonstrar os sentimentos.
  • Medo de magoar as pessoas.
  • Dificuldade de se relacionar (relacionamentos abusivos, violência).
  • Pessimismo e insegurança.
  • Baixa autoestima.